Relatos de combate

Publicado: novembro 18, 2010 por slyfer052 em Contos
Tags:, ,

                A espada reluzia enquanto era erguida por meu general. Ele gritava em frente o batalhão. Pelo nervosismo, não entendia o que era dito, mas podia sentir as palavras entrando em minha mente. E aquele grito me deu vontade de viver, vontade de lutar por minha vida, vontade de ir à batalha.

                E então, a muralha foi rompida, os orcs a invadiram tão rapidamente quanto o voar de uma águia. Segurei minha espada com mais firmeza, e ajeitei meu escudo. – “Venham criaturas infernais!” – Eles vieram. A espada enferrujada de um deles passou pelo meu lado, desviei, e golpeei-o com a espada, cortando sua veste e a carne. Ele iria cair. Mas não o vi caindo, pois outros surgiam. Eles golpeavam incessantemente, e eu defendia com meu escudo buscando a sobrevivência. Outro orc atirara sua azagaia em minha direção, fui para trás. A azagaia passou pelo meu rosto, e eu a acompanhei com o olhar. Até que ela parou, fincada em outro soldado. – “Bosta!” – Matei o orc em minha frente. E lancei uma faca no orc que lançara a azagaia, a faca acertou o rosto. Não sei se matei ou não, não podia ir até lá conferir.

 Matei mais um orc. Tropecei em mais corpo. Desviei de mais um golpe. Vi outros soldados caindo. A visão era a mesma, não cessava. Entretanto, o desgaste, cada vez mais intenso. Minhas mãos tremiam, minha visão começava a perder o foco, os exércitos diminuíam, e os corpos aumentavam.

Os orcs estavam diminuindo. – “ganhamos!”, eu pensei. – Foi um rápido pensamento, rápido! Muito rápido! Pois ele foi interrompido com uma clava gigante. Eu havia sido golpeado por um troll. Voei por uns 2 metros até que me choquei com algo, que me fez parar, e consequentemente cair.  Levantei e olhei para cima, visando saber em que trombei. E vi uma clava enorme caindo em minha direção! Rolei desesperadamente para a esquerda. A clava bateu no chão, produzindo um estrondo forte, e rachaduras no chão. Havia trombado em outro troll! – “Só por que pensei que tínhamos ganhado a guerra…” – Minha espada não estava em minha mão, então a puxei da bainha. Todavia, na bainha ela também não estava. Ela havia caído de minha mão, e não havia tempo de procurar a espada da família. Peguei o primeiro objeto cortante no chão. –“Esse machado tem que servir!”- Segurei o machado com as duas mãos e esperei mais um golpe do troll. O golpe veio. Me agachei tentando desviá-lo. A clava raspa na ponta do meu elmo, sinto uma leve pancada, mas consigo continuar. Me levanto e num simples movimento, afundo a lâmina do machado na perna do troll. Ele solta um grito de dor e em fúria, se prepara para outro golpe. – “Esse golpe não vou aguentar” – Não poderia lutar sozinho contra o troll… Um golpe bem dado dele e eu morreria. Dei alguns passos para trás… O gigante correu em minha direção. Fiquei sem reação. O golpe veio, e acertou em meu peito, a armadura se amassou, e com ela, Meu corpo. Cai, quase sem consciência. Cuspia sangue, tentava me levantar, mas não me mexia… O troll, satisfeito continuou em busca da próxima vitima.

Permaneci ali, caído. Vendo criaturas passando, e corpos caindo. E após alguns segundos, que pareciam minutos, e que talvez fossem minutos. Um soldado pareceu. Tinha cabelos longos e uma armadura melhor protegida que a minha. Segurava uma espada longa com as duas mãos.

– Nós ganhamos soldado. Agora, descanse em paz.

                “Ganhamos!” – Eu sorri. Pelo menos eu pensei que sorri. Provavelmente o soldado não viu nada alem de um homem semi-morto espumando mais sangue. E então, a espada desceu, e cortou minha garganta.

comentários
  1. Gabriel Ireno disse:

    muito bom , com um ar chocante ,emocionante e bastante entrertido !!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s