Aquele sorriso

Publicado: fevereiro 14, 2011 por slyfer052 em Contos
Tags:,

            Me perdia frequentemente, imaginando seus pensamentos, seus problemas, seus desejos…

           Amanheceu, e lá estava ela, com longos cabelos jogados pelas costas e rosto delicado, apenas observando o museu. Enquanto eu, confesso, a espiava escondido atrás de alguma pilastra… Confesso também, que nunca troquei uma palavra com ela, nem se quer um olhar… Ela nunca me via.

            Curiosamente, ela, mesmo cercada dos amigos, não se comunicava. Parecia sempre triste, solitária… Distante. E ao mesmo tempo, vê-la daquele jeito me consumia em desespero, desespero de fazer aquele rosto melancólico sorrir, de ver aquele sorriso, de ter aquele sorriso.

            No entanto, isso nunca se realizaria, mesmo se criasse coragem, eu estaria sempre a uns vinte metros de distancia, ela ficava numa “atração” diferente.

           Se ao menos não fosse o que sou… Se ao menos pudesse mexer algum músculo do meu corpo de pedra…

           O museu decidiu mudá-la de local, colocando-a mais distante de mim. Eu continuei a sonhar com ela, mesmo sem vê-la… E ela, continuou sem saber da minha existência.

comentários
  1. Keh Checchia disse:

    PERFEITO *-*

  2. Ivy disse:

    Nossa q triste =<

  3. naorwillians disse:

    caraca! profundo! vc manja bem em escrever poemas cara! Bola pra frente!
    Fui!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s