Inutilmente

Publicado: agosto 4, 2011 por slyfer052 em poemas
Tags:,

Como uma rosa

Se desabrocha

Chora

Uma história?

 

Nada posso fazer

Apenas ver

Ver que inútil sou nesse momento

Que não posso tirar o seu tormento

 

Tempos se passam

Seus machucados saram

E eu nada fiz

Mas ainda sim, inutilmente fico feliz

 

Como se tivesse te ajudado

Me sinto animado

Tempos se passam novamente

E você volta a não estar contente

 

O que lhe faz agir dessa maneira?

A vida? Ou apenas uma besteira?

Tento te entender

Mas receio que nem vendo, posso crer

 

 Um dia feliz

E outro triste, mas o porquê, não me diz

Só me resta agora continuar tentando

Sempre inutilmente, mas talvez, te animando

comentários
  1. Doug disse:

    Muito bom cara, sério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s