A janela

Publicado: julho 20, 2012 por slyfer052 em Contos
Tags:, , , , , , ,

O teto mudo me fitava. E eu a ele. Ficamos nos encarando por tempos desconhecidos enquanto simplesmente ouvia o gotejar da caixa d’água quebrada.

Levantei de relance com uma brisa gélida que passou pela janela. Diante de meus olhos apenas quarto revirado, desde roupas no chão aos cadernos e papéis espalhados. “Isso” é o meu quarto.

A janela balançou com o vento, olhei a ela e vi apenas a casa escurecida pela noite do outro lado da rua. Sem motivo algum, debrucei sobre ela. As casas já caladas estavam em frente, mas estranhamente o que me chamou atenção foram as luzes dos postes, haviam colocado uma luz de cor alaranjada em todos. Não sei se aquilo dava um ar novo ao cenário, ou se apenas dava um bom contraste com a lua sobre uma pequena neblina distante. Enquanto isso, via o ar quente sair de minha boca e desaparecer. Silencio? O silencio da cidade, carros e cachorros que uivavam a noite eram ouvidos ao fundo, mas ainda era silencioso.

Prazeroso.

Observando, longe, pensando, vagando.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s